Entre em sua conta



Crie sua conta


Dados Pessoais

Endereço

Dados da Conta


Mamógrafo está sem funcionar no Júlia

09 de abril
000

Quem acompanha a imprensa de Bebedouro há algum tempo sabe da “novela” que foi a instalação do mamógrafo conquistado pelo vereador Tota (SD), em 2009. De lá para cá, o aparelho ficou dois anos na caixa sem uso, uma reforma de uma sala (chamada de “Francisca - Zinha - Ilze de Carvalho Andrade”) foi realizada para, enfim, em 2011, ser inaugurada e entrar em funcionamento. Mas engana-se quem pensa que a “novela” acabou ali. Na segunda-feira (19), o vereador Tota foi à tribuna e denunciou o descaso com tão importante aparelho. “O então deputado Uebe Reseck enviou para Bebedouro um mamógrafo, em 2009. Um aparelho zerinho, fizeram uma sala para ele, mas até hoje ele não funciona. Peço ao Dr. Fernando Piffer, ligado à Saúde e que está lá dentro do hospital, à Dra Sônia Junqueira, que coloquem esse mamógrafo para funcionar. Eles dizem “ah, mas a carreta do Hospital vem sempre”. Vem e é maravilhosa. Mas quando uma senhora vai ao médico e ele detecta alguma anormalidade, ele pede exame, manda para o Júlia fazer. A carreta vem a cada 6 meses, e se essa senhora tiver que esperar 6 meses, pode ser tarde. Peço às autoridades que coloquem o mamógrafo para funcionar, que contrate o médico para realizar o exame. Não podemos esperar. Quantas cidades queriam ter um mamógrafo e não tem?  Foi colocado parra funcionar em 2012 e depois não sei o que aconteceu. Isso não pode”, disse Tota.

O câncer de mama representa o principal tipo de câncer na mulher. Este geralmente apresenta um bom índice de cura, principalmente quando diagnosticado em sua fase precoce. Geralmente o tumor se inicia na mama, pode atingir a axila e até mesmo aparecer em outros órgãos, fato que chamamos de metástases. A extensão do tumor determina a forma de tratamento. Assim estimula-se a medidas de autocuidado da mama como o autoexame e a mamografia. Daí a importância do aparelho na rede pública. 


Deixe um comentário