Entre em sua conta



Crie sua conta


Dados Pessoais

Endereço

Dados da Conta


Credicitrus pretende criar Instituto Credicitrus para apoio ao Terceiro Setor

09 de abril
000

Medida foi definida em assembleia e visa ampliar o apoio a ações sociais, educacionais, culturais e ambientais nas comunidades onde a cooperativa está presente. Além disso, foi elevado o percentual destinado ao Fundo de Reserva como medida que amplia a segurança do capital dos associados

 

A prestação de contas anual da Credicitrus aos seus associados terá um novo formato a partir de agora. Antes da Assembleia Geral Ordinária (AGO), serão realizadas pré-assembleias regionais, nas quais os cooperados de cada região deliberarão sobre as contas do exercício e elegerão delegados para representá-los na AGO.  Este avanço foi aprovado por unanimidade em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada em Bebedouro no dia 30 de outubro com a presença de mais de 300 cooperados, de todos os municípios nos quais a Credicitrus está presente, além dos membros do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal, da Coordenadora do Comitê de Auditoria e da Diretoria Executiva da Cooperativa.

Dois outros pontos foram aprovados na AGE, sendo a elevação do percentual destinado ao Fundo de Reserva (medida que amplia a segurança do capital dos associados), e a criação de uma pessoa jurídica sem fins lucrativos, que visa ampliar o apoio a ações sociais, educacionais, culturais e ambientais nas comunidades onde a cooperativa está presente e hoje são realizadas com recursos do seu Fundo de Investimento Social (FIS). Esta última medida, agora encaminhada à apreciação do Banco Central, deve resultar na criação do Instituto Credicitrus, que deve fortalecer a presença da Cooperativa no terceiro setor por meio da Ação Social Cooperada Credicitrus Coopercitrus.

O presidente do Conselho de Administração da Credicitrus, Marcos Lourenço Santin, justificou as mudanças. “São respostas à veloz transformação e às exigências do cenário em que atuamos, que requer atenção quanto às incertezas político-econômicas e à evolução digital acelerada”.  E complementou que, “além de preservar os valores que trouxeram a Credicitrus à posição que hoje ocupa, estamos investindo em recursos que permitam que cada cooperado se comunique, receba informações e realize as mais variadas operações com rapidez, segurança e os mais baixos custos possíveis”.

Apoio ao agronegócio

Ao final da AGE, Marcos Santin reafirmou que o agronegócio faz parte do DNA da Credicitrus. “Sempre foi e continuará sendo uma prioridade em nossa estratégia, porque é o principal responsável pelo desenvolvimento econômico brasileiro”. E finalizou: “Nosso planejamento estratégico para os próximos três anos está sendo finalizado, e nele um ponto está claramente definido: o agronegócio continuará no foco absoluto de nossas atenções, recebendo o mesmo atendimento prioritário que recebeu até hoje”.


Deixe um comentário