Entre em sua conta



Crie sua conta


Dados Pessoais

Endereço

Dados da Conta


2.800 empregos foram gerados em Bebedouro em junho

05 de agosto
000

Depois dos 2.691 empregos gerados em maio, Bebedouro consolida a fase de bons resultados em junho, revertendo o saldo negativo do ano e fechando o semestre com 1.927 empregos gerados

O início da safra da laranja fez Bebedouro apresentar resultado positivo em maio, onde as admissões (3.570), superaram as demissões (-889), gerando um saldo de 2.691 empregos gerados. Em junho o resultado foi ainda mais expressivo, pois as admissões (3.976), superaram as demissões (-1.176), gerando um saldo de 2.800 empregos gerados. Foi o terceiro mês consecutivo que a cidade teve saldo positivo na geração de empregos.
Por sediar condomínios agrícolas, os números atribuídos a Bebedouro no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) devem sempre ser analisados com cautela porque não refletem propriamente a real realidade da cidade, pois aparecem como da cidade empregos que foram gerados em outras cidades. Assim, em dezembro e janeiro quando a cidade bate recordes de demissões, boa parte das demissões não são propriamente de Bebedouro, e em maio e junho, quando a cidade bate recordes de contratações, boa parte das admissões também não são de Bebedouro.
O excelente resultado obtido por Bebedouro neste período do ano reforça mais uma vez o quanto a situação da nossa cidade continua dramática, pois os poucos meses que amenizaram 2018 foram abril, maio e junho e, justamente por não se desenvolver em outros setores da economia, ficando extremamente dependente da laranja e da cana, a cidade está tendo agora, um ano depois, um breve período de refresco, para logo em seguida voltar a encarar a realidade de uma cidade onde o desenvolvimento deixou de ser prioridade há tempos, se é que em algum momento foi realmente prioridade.
São Paulo foi a cidade que mais gerou empregos em junho, pois as admissões (142.376) superaram as demissões (131.678), gerando um saldo de 10.698 empregos gerados. Na região, entre as 23 cidades pesquisadas por O Jornal, a cidade que mais gerou empregos em junho, segundo os dados do Caged, divulgados pelo Ministério da Economia, foi a cidade de Bebedouro, onde conforme já destacamos, as admissões (+3.976), superaram as demissões (-1.176), gerando um saldo de 2.800 empregos.  Na sequência aparecem: Matão (+1.496), Monte Azul Paulista (+825), Itápolis (+489), Catanduva (+125), Colina (+118), Pontal (+111), Pontal (+68), Guaraci (+21), Taquaritinga (+16), Pirangi (+9), Olímpia (+7), Guaíra (+6) e Barretos (+3). 
Guariba (-9), Severínia (-10), Viradouro (-11), Morro Agudo (-13), Jaboticabal (-48), Pitangueiras (-75), Sertãozinho (-109), Monte Alto (-188), São José do Rio Preto (-250) e Ribeirão Preto (-285) fecharam o mês de junho com saldo negativo na geração de empregos.

O ano
São Paulo foi a cidade que mais gerou empregos no primeiro semestre de 2019, pois as admissões (883.178), superaram as demissões (-840.771), gerando um saldo de 42.407. Na região, entre as 23 cidades pesquisadas por O Jornal, a cidade que mais gerou empregos nos seis meses de 2019, segundo os dados do Caged, divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, foi a cidade de Pontal, onde as admissões (+3.676), superaram as demissões (-1.088), gerando um saldo de 2.588 empregos.  Na sequência aparecem: Ribeirão Preto (+2.153), Matão (+2.029), Bebedouro (+1.927), Guaíra (+1.322), Pitangueiras (+1.302), São José do Rio Preto (+1.294), Catanduva (+785), Barretos (+701), Colina (+553), Morro Agudo (+516), Olímpia (+510), Guariba (+371), Itápolis (+174), Jaboticabal (+166) e Guaraci (+145).
Monte Alto (-62) e Sertãozinho (-388), fecharam o primeiro semestre de 2019 com saldo negativo na geração de empregos.

Emprego – Junho/2019

 

 

MUNICÍPIO

TOTAL ADMIS.

TOTAL DESLIG.

SALDO

VARIAC. EMPR % *

SAO PAULO

142.376

131.678

10.698

0,25

BEBEDOURO

3.976

1.176

2.800

11,81

MATAO

2.555

1.059

1.496

4,76

MONTE AZUL PAULISTA

916

91

825

20,05

ITAPOLIS

853

364

489

4,73

CATANDUVA

1.136

1.011

125

0,37

COLINA

225

107

118

2,14

PONTAL

252

141

111

0,95

GUARACI

55

34

21

1,13

TAQUARITINGA

304

288

16

0,17

PIRANGI

68

59

9

0,38

OLIMPIA

360

353

7

0,05

GUAIRA

248

242

6

0,04

BARRETOS

835

832

3

0,01

GUARIBA

192

201

-9

-0,13

SEVERINIA

47

57

-10

-0,55

VIRADOURO

41

52

-11

-0,45

MORRO AGUDO

113

126

-13

-0,18

JABOTICABAL

498

546

-48

-0,24

PITANGUEIRAS

124

199

-75

-0,91

SERTAOZINHO

985

1.094

-109

-0,28

MONTE ALTO

352

540

-188

-1,44

SAO JOSE DO RIO PRETO

4.620

4.870

-250

-0,18

RIBEIRAO PRETO

7.401

7.686

-285

-0,13

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

 

Emprego – Janeiro-Junho/2019

MUNICÍPIO

TOTAL ADMIS.

TOTAL DESLIG.

SALDO

VARIAC. EMPR %

SAO PAULO

883.178

840.771

42.407

1,02

PONTAL

3.676

1.088

2.588

28,18

RIBEIRAO PRETO

51.082

48.929

2.153

0,98

MATAO

10.983

8.954

2.029

6,56

BEBEDOURO

11.967

10.040

1.927

7,82

GUAIRA

3.089

1.767

1.322

10,04

PITANGUEIRAS

2.822

1.520

1.302

18,92

SAO JOSE DO RIO PRETO

31.736

30.442

1.294

0,95

CATANDUVA

6.913

6.128

785

2,34

BARRETOS

6.495

5.794

701

2,36

COLINA

1.438

885

553

10,88

MORRO AGUDO

1.779

1.263

516

7,70

OLIMPIA

3.083

2.573

510

3,60

GUARIBA

2.418

2.047

371

5,75

ITAPOLIS

2.593

2.419

174

1,64

JABOTICABAL

4.160

3.994

166

0,83

GUARACI

451

306

145

8,33

PIRANGI

436

300

136

6,06

TAQUARITINGA

2.093

1.973

120

1,26

VIRADOURO

583

514

69

2,90

MONTE AZUL PAULISTA

1.364

1.303

61

1,25

SEVERINIA

815

767

48

2,71

MONTE ALTO

2.448

2.510

-62

-0,48

SERTAOZINHO

10.696

11.084

-388

-1,01

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego


Deixe um comentário