Entre em sua conta



Crie sua conta


Dados Pessoais

Endereço

Dados da Conta


Fundação Abílio Alves Marques inicia comemoração de 30 anos de atividades

26 de agosto
000

Em evento realizado na sexta-feira (16), foi inaugurada a galeria de fundadores, a reforma do ambulatório e também foi anunciado um selo comemorativo dos 30 anos da instituição 
 
Conforme divulgamos em nossa edição anterior, uma nova etapa se inicia na história da Fundação Abílio Alves Marques. Na manhã da sexta-feira (16 de agosto), foi realizada a inauguração da Galeria de Curadores, a reinauguração do Ambulatório de Prevenção e Combate ao Câncer da Fundação e foi lançado o selo de 30 anos, em parceria com os Correios.
Realizado no jardim do ambulatório, anexo ao Hospital Municipal, o evento contou com a participação de toda a equipe da Fundação, os curadores, além de pacientes, amigos, apoiadores e autoridades.
“Esse evento representa a colheita dos frutos que a dona Aracy plantou há 30 anos, que possibilita a prevenção e o acesso ao tratamento a tantas vidas. Sinto-me honrado em ver concretizado o esforço de todos para esse evento acontecer. A todos que nos brindam com sua brilhante presença, nosso muito obrigado”, agradeceu o presidente da Fundação, Dr. Ivan Chiara Bertolami, iniciando a cerimônia.
O curador da Fundação Abílio Alves Marques e médico responsável pelo Ambulatório, Dr. Itamar Araújo Bessa lembra quando conheceu dona Aracy, fundadora da instituição: “Em 1989 ela me convidou a fazer parte do Conselho Curador. No início não sabia da importância desse trabalho, mas, com o tempo, comecei a ver a profundidade e a grandeza daquilo que era feito nesse ambulatório. Percebi que tratar pessoas vai muito além de procedimentos e medicamentos, envolve também respeito e afeto. Agradeço a todos que fazem este trabalho acontecer diariamente”.
O coordenador dos Correios na região de São José do Rio Preto, Carlos Alberto Favarão, fez o lançamento oficial do selo comemorativo, item que ficará registrado na história da filatelia brasileira: “Assim como os Correios, a Fundação mantém firme o compromisso de promover a integração e a inclusão social, nossos compromissos históricos. Fica aqui nosso reconhecimento por todos aqueles que fizeram parte desta história”, afirma Favarão.
Dona Generosa Bifon Ferrari, é ex-paciente e coordenadora do grupo ArteVida, que oferece às pessoas em tratamento, terapia ocupacional através da confecção de artesanatos.
“Um dia fiz aquele toque de mama, como se pede e, em uma de minhas mamas encontrei caroços. Vim na Fundação e me agendaram atendimentos e exames, médico falou: Gostaria de dizer que não é nada, mas, infelizmente, é um câncer. Eu fiz o tratamento, a recuperação, a fisioterapia, sempre muito bem atendida. E não foi só para mim. Eles atendem todos com igualdade. Depois do tratamento, fui convidada para fazer parte do grupo ArteVida. Ele é composto por pessoas e familiares que já tiveram ou têm câncer. Toda terça-feira a gente se reúne, faz uma reflexão e depois partimos para os trabalhos manuais, que depois são vendidos em um bazar. Uma parte da arrecadação vai direto para a Fundação e outra fica para mantermos o projeto. É tudo voluntário, ninguém ganha nada e todo mundo fica contente. Convido a vocês para conhecerem esse trabalho e essas pessoas. É a possibilidade de dar mais vida para a vida dessas pessoas”, contou dona Generosa.
A secretária de Saúde, Sônia Junqueira Franco, representando o prefeito Fernando Galvão falou sobre a importância da instituição para a comunidade bebedourense: “Estou emocionada por presenciar este trabalho que começou há 30 anos pelo desprendimento da dona Aracy. Agradeço, em nome do prefeito, essa parceria tão importante”, enfatizou a secretária.
 
A Fundação Abílio Alves Marques
Há 3 décadas atua na prevenção, combate e tratamento do câncer, oferecendo atendimento de excelência aos moradores de Bebedouro e região. Instituída em junho de 1989 por Aracy Marques Araújo, filha dos tradicionais fazendeiros de Bebedouro, destinou, em vida, suas propriedades para que a Fundação se tornasse realidade.  Dona Aracy foi um exemplo para a comunidade em razão do seu amor ao próximo e pela nobreza ao fundar esta instituição.
Todos os atendimentos realizados no ambulatório, incluindo exames, consultas, procedimentos, além de acompanhamento e doações de medicamentos e suplementos nutricionais aos pacientes com câncer, são realizados gratuitamente à população e custeados pela Fundação, cujo recursos são provenientes de três fazendas pertencentes à instituição: Fazenda Santa Irene, localizada aqui em Bebedouro; Fazenda São Luiz do Mandy, localizada em Barretos; Fazenda Congonha, localizada em Pirajuí.
Nesses 30 anos, a Fundação Abílio Alves Marques realizou mais de 1 milhão de atendimentos e procedimentos.
Só em 2018, investiu mais de R$1.6 milhão, realizou mais de 3 mil exames gratuitos, doou 75 mil unidades de medicamentos e 6 mil unidades de suplementos nutricionais aos pacientes portadores de câncer.

 


Deixe um comentário