Entre em sua conta



Crie sua conta


Dados Pessoais

Endereço

Dados da Conta


Educação promove incentivo à leitura em parceria com o Instituto Ecofuturo

07 de abril
000

Projeto será implantado na EMEB João Pereira Pinho 

A Secretaria Municipal de Educação de Bebedouro (Semeb), em parceria com o Instituto Ecofuturo, trouxe para Bebedouro o curso Promoção da Leitura. O projeto envolve capacitação de profissionais para atuarem na biblioteca comunitária que será insplantada pelo Ecofuturo na EMEB João Pereira Pinho. Totalmente sem custo para o município, o Secretário de Educação Rodolfo Rodrigues conseguiu também que não só os profissionais que irão atuar na biblioteca do Pinho fizessem o curso, mas também os das escolas da educação infantil. 
Em entrevista ao O Jornal, Rodrigues falou sobre o projeto. “Será implantada na escola uma biblioteca comunitária, em que todos podem fazer uso. A escola foi escolhida pelo contexto do bairro e por acreditarmos que a leitura ajuda na formação das pessoas. Inicialmente o curso Promoção da Leitura seria destinado às professoras e ao profissional que iria cuidar daquela biblioteca, numa carga horária de quatro dias que foi realizada no mês de março e outro de Sala de Leitura como bibliotecário, que serão mais quatro dias de formação em abril. É um momento importante por estimular a leitura, e conseguimos ampliar para todas as escolas da educação infantil para que o profissional dessa área também tivesse contato com o curso e participasse da formação. Estamos formando um embrião que será importante para a formação dos alunos. Vamos reformar uma parte da escola Pereira Pinho para abrigar essa Biblioteca Comunitária e o Instituto Ecofuturo irá doar um grande acervo literário que será muito bom para a escola e para o bairro. O projeto é totalmente sem custo para o município e ainda ganharemos um belo acervo”, disse Rodrigues.  
De acordo com o Instituto Ecofuturo, com investimento da CPFL Energia, por meio de recursos do subcrédito social do BNDES, o Ecofuturo está implantando três novas Bibliotecas Comunitárias nas cidades de Bebedouro, Campinas e Marília. 
Como etapas de processo de implantação, já foram assinados os termos de parcerias com o poder público local, que garante a sustentabilidade das unidades após inauguradas, incluindo a contratação dos profissionais que atuarão nas unidades, e selecionadas as escolas municipais que receberão as bibliotecas: a EMEF Nelson Gabaldi, em Marília, a EMEF Oziel Alves Pereira, em Campinas, e a EMEB João Pereira Pinho, em Bebedouro.
A definição desses locais envolveu a realização de um diagnóstico, que incluiu visitas técnicas e levantamento de dados secundários. O objetivo foi identificar não apenas os projetos de promoção de leitura já desenvolvidos nas regiões, mas também as necessidades das escolas para tratamento de acervo e organização de espaços de leitura, dados sobre a educação municipal e outras informações relacionadas que serão utilizadas como base para avaliar o impacto das novas Bibliotecas Comunitárias.
A inauguração das três unidades está prevista para o segundo semestre e, por ano, cerca de 10 mil pessoas devem frequentar os espaços.
O principal objetivo da biblioteca é apoiar, incrementar e fortalecer o projeto pedagógico das escolas, além de valorizar a leitura literária em seu cotidiano e proporcionar condições para que o educador faça uso coletivo do texto escrito. Dessa forma, é possível desenvolver e promover o acesso ao conhecimento disponível nos livros e o domínio crítico da linguagem entre seus alunos.
O uso adequado da biblioteca na escola, que presume a oferta de diferentes práticas leitoras, além de fortalecer a cultura de leitura e escrita, ensina o uso coletivo de bens públicos, no caso os livros, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, como a solidariedade e a cooperação.
Em um cenário contrário, a ausência de bibliotecas em escolas agrava os indicadores de analfabetismo funcional, bem como o desempenho escolar, uma vez que a base leitora é fundamental para o acesso a todo tipo de conhecimento.


Deixe um comentário