Entre em sua conta



Crie sua conta


Dados Pessoais

Endereço

Dados da Conta


Hemocentro precisa urgente de doação de sangue

19 de maio
000

Estoques estão abaixo do esperado para esta época do ano e pode faltar sangue

O Hemocentro de Bebedouro está com os seus estoques baixos e precisa urgente da doação de todo tipo de sangue. Se não houver reposição poderá faltar sangue na unidade, inclusive dos tipos mais comuns.
“Muitas razões podem colaborar negativamente para a baixa nos estoques de sangue: o tempo mais frio, gripes e resfriados que impedem as pessoas de doarem, o excesso de feriados no último mês... Tudo isso faz com que as pessoas deixem de doar. Mudou a temperatura o pessoal não doa”, disse Sérgio Luiz Balbi, agente de captação de sangue do Hemocentro de Bebedouro.
Este ano, houve uma “inversão”: janeiro e fevereiro, período de férias e nos quais tradicionalmente os estoques caem, as doações mantiveram-se dentro da normalidade. Março e abril já apresentaram queda significativa, com o Hemocentro não conseguindo atingir o número ideal de bolsas de sangue coletadas. “Temos uma meta, digamos assim, de colher 350 bolsas de sangue por mês. Nos dois primeiros meses do ano conseguimos, mas depois as coletas foram diminuindo e chegaram a níveis preocupantes. Nossa unidade de Bebedouro atende a convênios com 9 hospitais, sendo o Júlia Pinto Caldeira, as duas unidades da Unimed em Bebedouro, o Ibene, e as cidades de Viradouro, Terra Roxa, Monte Azul e Pirangi, fora Taiuva, Taiaçu, Vista Alegre do Alto, dentre outras, que mesmo não tendo hospitais às vezes solicitam. Atendemos a região toda, fora alguma emergência que surge. Todos os dias têm cirurgias e o paciente pode precisar, e quando acontece algum acidente grave devemos estar preparados. Por isso é muito importante manter o estoque de sangue”, informa Balbi.  
Os interessados precisam pesar mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Não é necessário fazer jejum, mas é preciso esperar 3 horas após o almoço ou a ingestão de alimentos gordurosos. No local, basta apresentar um documento oficial com foto e ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização e estar acompanhados por um responsável). O voluntário não pode ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Quem fez endoscopia deverá aguardar 6 meses após a realização do procedimento.
O Hemocentro de Bebedouro fica em um prédio anexo ao Hospital Júlia Pinto Caldeira e atende de segunda a sábado, das 7h ao meio-dia, além de realizar coletas esporádicas no período noturno, sempre às segundas-feiras. Para mais informações o telefone da unidade é 3342-8817.

Sangue
Considerado universal, o sangue O- não pode faltar no banco, pois em casos de extrema urgência, quando não há tempo para exames que comprovem qual o tipo de sague do paciente, ele é utilizado pelos hospitais. Já o sangue O+, também em falta, pode ser utilizado por pessoas com sangue A+, B+, AB+ e o próprio O+, por isso também é fundamental que esteja presente nos estoques. Em urgências neonatais, ou seja, com recém-nascidos, apenas estes tipos sanguíneos são utilizados.
Apesar dos avanços científicos, a medicina ainda não encontrou um substituto para o sangue humano. Sempre que uma transfusão é necessária, o paciente só pode contar com a solidariedade de outras pessoas. Doar é simples, rápido e seguro, e esse ato pode ser o diferencial entre viver ou morrer. Cerca de 15 minutos e uma leve picadinha já são suficientes para ajudar a salvar a vida de até três pessoas por meio dos subprodutos do sangue, como plasma, plaqueta, hemácias e crioprecipitado.


Deixe um comentário